sábado, 14 de janeiro de 2012

7 de Abril de 2011


Faz hoje 1 ano que tudo começou…
O que sinto por ti é inexplicável e o que quero sentir indescritível…
Ambos queremos o mesmo, mas somos tão cobardes que nem uma simples palavra nos sai da boca…
Acho que isso tem um nome… Eu chamo-lhe “amor”…
Cada um o vive á sua maneira, mas o que tu me fazes sentir, nunca ninguém o conseguiu em mim…
Deixas-me encavacada, especada feita parva a olhar para ti com vontade de te beijar, abraçar ou simplesmente olhar…
O teu sorriso acelera o meu coração, a tua voz faz-me sentir que queres o mesmo que eu e o teu olhar fala por si…
Não precisamos de muitas palavras para dizer o que queremos…
Só precisamos de sentir, e por si só o resto é coragem…
Fazes-me tremer de felicidade e chorar de alegria…
Dás-me força para fazer o que não consigo e não me deixas desistir…
És especial, sempre foste e sempre serás… Porque melhores amigos como tu, já não há por ai…
Há uns tempos quis esquecer-te e atirar-me de cabeça…
Comecei a falar com muitos rapazes, mas rapidamente percebi que nenhum deles me conseguia meter no estado em que tu me metes… Nervosa, estática, apaixonada…
Enquanto falava com eles pensava em ti, no porquê de tudo me ter acontecido a mim e não a outra pessoa…
E depois da raiva que senti de mim própria por não ter conseguido manter a nossa relação, descarreguei em ti…
Culpei-te de tudo e mais alguma coisa e jurei a mim mesma que não voltaria para ti, pelo meu bem…
Hoje percebo uma das muitas frases que já me disseram… “Nunca digas nunca.”…  ; )
A vontade de estar contigo a toda a hora não passa, e quando olho para alguém aos beijos penso para mim “gostaria de ser eu.”…
Em relação ao meu amigo, aquele de quem tens ciúmes, talvez até tenhas uma certa razão para fazê-lo…
Gosto de estar com ele… É uma pessoa calma, simpática, e adora falar comigo… Gosta de uma boa brincadeira, e não perde uma oportunidade para sair…
Eu sou assim, e identifiquei-me com ele assim que o vi…
Mas há uns dias fez-me uma pergunta que não estava nada á espera…
Perguntou-me o que é que tu tinhas a mais que ele…
Fiquei a olhar e a pensar o porquê daquela pergunta, mas a resposta saiu-me imediatamente…
Disse-lhe que tu me fazias sentir o que os outros todos não faziam… É a verdade… Não lhe podia mentir, não estava correcto fazê-lo, e ele não o merece…
É uma pessoa que merece bem melhor que eu, e não vai ficar á espera de alguém para sempre…
Não sei se sente algo por mim, mas também não me interessa… Porque quem eu quero, és tu…
Chega de desistir, de te deitares abaixo, de pensares que não serves para nada nem para ninguém…
Chega de pensar que não mereces viver!!!
Tu sabes tão bem ou melhor que eu que isso é mentira…
Estou aqui contigo sempre, para tudo ou para nada…
Sou tua amiga para sempre e desde sempre…
És importante na minha vida…
Fazes-me ter força para fazer e dizer aquilo que não consigo…
O mais estranho, é que não sei de onde vem essa força toda…
Ainda temos muito que aprender com a vida é verdade, mas se alguém me ensinou a não desistir do que quero um dia, foste tu…
Espero que depois disto possamos esquecer tudo e todos e sermos felizes…
Amo-te como nunca amei ninguém…  = D

Sem comentários:

Enviar um comentário